sexta-feira, 8 de maio de 2009

UNESCO RECONHECE IMPORTÂNCIA DO INSTITUTO HIDROEX PARA A PRESERVAÇÃO DA ÁGUA

Apresentação e defesa ao Conselho Executivo das Nações Unidas foi conduzida pelo Governador de Minas Gerais, Aécio Neves

Nesta quinta-feira (30/04), em Paris, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, se reuniu com o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Koichiro Matssura. Na ocasião, o governador expôs sobre a implementação do Instituto Hidroex – Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, na região do Triângulo Mineiro.

Entre os objetivos da reunião, estava alcançar o reconhecimento mundial do Instituto Hidroex como centro difusor de conhecimento sobre a questão da água para a América Latina e África. Após a apresentação e defesa do governador, a Diretoria da Unesco reconheceu que o Hidroex foi concebido segundo suas normas e objetivos, deixando praticamente garantida a aprovação.


A expectativa é de que ainda este ano, durante a Conferência Geral da Unesco, o Instituto seja oficializado como um Centro de Categoria II, integrando a mais importante rede de referência em recursos hídricos do mundo. “A criação do Hidroex vai além dos méritos de estudos, qualificação de pessoal. Ele me sensibilizou pelo espírito de solidariedade que carrega”, salientou o diretor-geral adjunto da Unesco, Márcio Barbosa.

Segundo o governador Aécio Neves, “Minas Gerais é o principal fornecedor de água potável para o país. Isso nos faz ter responsabilidades ainda maiores sobre esta questão. Portanto, será o principal centro da América Latina para que possamos discutir com seriedade a questão da água, suas variáveis e utilização adequada. De alguma forma, isso vai inspirar outros países, já que a idéia é que esse centro tenha um intercâmbio com outras nações, inclusive, da África”.

Sobre o Instituto Hidroex:

Desenvolvido a partir da premissa de que o Brasil detém 26% da água doce e apenas 6% da população do planeta, o Instituto Hidroex tem como objetivo tornar-se um centro difusor de conhecimento sobre a questão das águas, com foco na América Latina e África. Sua implantação, no Triângulo Mineiro, considera a posição geográfica do estado, conhecido como a ‘Caixa d´água do Brasil’, por fornecer a maior parte de água potável do país e ser divisor de muitas bacias hidrográficas, inclusive internacionais.

Para promover novas perspectivas na conscientização e solução de problemas relacionados à gestão dos recursos hídricos, o Hidroex atuará tanto na produção, quanto na disseminação de conhecimento. O projeto para sua implantação em Minas Gerais começou a ser discutido em 2001. Em fevereiro deste ano, o governador Aécio Neves e o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, anunciaram a liberação de R$ 18,1 milhões para a conclusão.

Os investimentos possibilitam a finalização da estrutura física do Centro, com laboratórios, biblioteca, restaurante, alojamentos, auditórios, salas de aula, reitoria, além de uma vila olímpica com quadras e piscinas, espaço cultural, complexo de educação à distância e casa de hóspedes. Outros R$ 11,7 milhões, ainda em fase de levantamento técnico para a licitação, devem ser destinados ao Complexo de Laboratórios e de Educação à Distância.

A elaboração pedagógica do projeto foi trabalhada para criar uma moderna estrutura de educação à distância, com salas de vídeo conferência, estúdio de TV para a difusão de práticas ligadas à água, estúdio para gravação de aulas. Também foi anunciado pelo governador o envio, em breve, de projeto de lei à Assembléia Legislativa que garantirá autonomia administrativa e jurídica do Hidroex, atendendo exigência da Unesco.

Toda a proposta foi apresentada pelo Governo de Minas, com apoio do Governo Federal e entidades do terceiro setor e organismos internacionais ligados ao Meio Ambiente, como o Conselho Mundial de Águas e a Green Cross International. Sua criação também é fruto de uma parceria entre a Unesco, o Governo Federal e o Governo do Estado.


Fonte: Soraya Ursine / Imprensa MG

Seja um editor do Ambientalsan

O Ambientalsan convida a todos os interessados em participar do blog a ser um editor.
Para participar envie um e-mail para aalvessantos46@gmail.com solicitando ser editor.

Abraço a todos